Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas Notícias > Comunicação > Atividades do CDTN serão apresentadas na SBPC em BH
Início do conteúdo da página

Atividades do CDTN serão apresentadas na SBPC em BH

Exposição e palestras sobre temas relacionados marcam presença do CDTN na 69ª SBPC

O CDTN estará presente na 69ª. Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), que acontece, de 16 a 22 de julho de 2017, no campus Pampulha da UFMG, com o tema Inovação-Diversidade-Transformações.

A abertura oficial da 69ª. Reunião da SBPC será no domingo, dia 16, às 19h, auditório nobre do Centro de Atividades Didáticas (CAD) 1, ao lado dos prédios da Biblioteca e da Reitoria da UFMG. Mas, a participação do CDTN acontece na ExpoT&C, que terá abertura oficial na segunda-feira, dia 17, às 8h e funcionamento, em todos os dias, até às 18h. Do dia 18 ao dia 21 de julho a ExpoT&C atenderá aos visitantes a partir das 9h. No sábado, 22 de julho de 2017, entre as 8h e 17h, acontecerá também o Dia da Família na Ciência.

A ExpoT&C acontecerá em tenda climatizada de cerca de 6.000 m2 e reunirá centenas de expositores de universidades, institutos de pesquisa, agências de fomento, entidades governamentais e empresariais e outras organizações interessadas em apresentar novas tecnologias, produtos e serviços.

De forma contínua, a participação do CDTN se dará por meio de exposição de algumas de suas atividades de pesquisa. Serão apresentadas as atividades (1) do Reator Nuclear TRIGA Mark I, (2) de Segurança Nuclear e Radiológica, (3) do Laboratório de Irradiações Gama, (4) da Unidade de Pesquisa e Produção de Radiofármacos e (5) do Serviço de Tecnologia Mineral.

Além da exposição continuada na ExpoT&C, o CDTN também participará de uma série de palestras específicas, numa programação variada, com horários e temas diversos.

As apresentações do CDTN nessas palestras serão realizadas na segunda e sexta-feira. No dia 17 de julho, pela manhã, a partir das 9h30, dois temas serão abordados: “Contribuições da Energia Nuclear para Sociedade”, apresentada por Paulo Ney de Araújo Barros; e a “Obtenção de blocos semelhantes ao tijolo maciço a partir do resíduo da Barragem de Fundão depositado no leito do Rio Gualaxo do Norte e na Barragem de Candonga”, por Fernando Soares Lameiras.

Já na sexta-feira, dia 21 de julho, as palestras do CDTN acontecerão à tarde, a partir das 14h40: “A mamografia digital que você faz tem qualidade? O sistema Atalanta responde”, apresentada por Maria do Socorro Nogueira Taveres, e a “Pesquisa, Produção e Desenvolvimento de Radiofármacos no CDTN”, por Carlos Malamut.

Assim, as atividades do CDTN estarão inseridas em uma ampla programação que pode ser acompanhada por todos os visitantes que vierem ao campus da Pampulha para participar da 69ª Reunião Anual da SBPC. Um convite aberto a todos os interessados.

 

Notas:

  1. O Reator Nuclear TRIGA Mark I do CDTN é utilizado para fins de pesquisa, análises por ativação neutrônica, aulas práticas de física de reatores, produção de radioisótopos para aplicações ambientais, médicas e industriais e treinamento de operadores de centrais nucleoelétricas.
  2. O CDTN oferece atendimento a emergências radiológicas 24 horas por dia, capacitação em proteção radiológica para a Vigilância Sanitária, Corpo de Bombeiros, Exército, Esquadrão Antibombas, agentes de portos, aeroportos e fronteiras e transportadores de material radioativo, dentre outros.
  3. O Laboratório de Irradiação Gama do CDTN utiliza a radiação gama na esterilização de materiais de uso médico, farmacêutico e odontológico, na desinfestação e aumento de vida útil dos alimentos e na atenuação da resposta imunológica por hemocomponentes, bem como para a preservação de bens culturais, para agregação de valor a gemas e joias e em pesquisas de tecnologias inovadoras.
  4. A Unidade de Pesquisa e Produção de Radiofármacos do CDTN produz e comercializa os radiofármacos [18FDG e Na18F, para realização de exames de Tomografia por Emissão de Pósitrons (PET, na sigla em inglês)], que permitem o diagnóstico precoce de diversas doenças, como o câncer, além de investigar e desenvolver novos radiofármacos para diversas aplicações em medicina nuclear, em colaboração com universidades e centros de pesquisa.
  5. O Serviço de Tecnologia Mineral do CDTN desenvolve projetos de pesquisa, desenvolvimento tecnológico e inovação relacionados à geologia de depósitos minerais, aos processos de beneficiamento físico e químico de minérios, à separação e purificação de elementos terras raras e redução de impactos ambientais para as indústrias de mineração e metalurgia, tanto nucleares como convencionais.
registrado em: ,,
Fim do conteúdo da página