Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas Notícias > Comunicação > Atividades nucleares e correlatas foram expostas em vários eventos
Início do conteúdo da página

Atividades nucleares e correlatas foram expostas em vários eventos

CDTN e demais centros e institutos de pesquisa da CNEN foram presença marcante

Os institutos e centros de pesquisa da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN), entre eles o nosso Centro de Desenvolvimento da Tecnologia Nuclear (CDTN), realizaram em outubro e início de novembro em Brasília (DF), Belo Horizonte (MG) e em duas cidades do estado do RJ, Angra dos Reis e Rio de Janeiro, exposições sobre diversas aplicações da energia nuclear e suas áreas correlatas. Isto aconteceu dentro da programação da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, e na capital mineira, na exposição durante a International Nuclear Atlantic Conference (INAC 2017) e na Feira Internacional de Negócios, Inovação e Tecnologia (FINIT 2017).

Com estas apresentações, o público pode conhecer diferentes aplicações das tecnologias nucleares na saúde, indústria, agricultura e na pesquisa em geral, inclusive dos meios utilizados para a garantia da segurança destas atividades.

SNCT 2017 Brasília Estande CNENNa cidade do Rio de Janeiro, a exposição ocorreu no campus do Observatório Nacional (ON)/Museu de Astronomia e Ciências Afins (Mast), no bairro São Cristóvão, com uma equipe do Instituto de Engenharia Nuclear (IEN) apresentando trabalhos do Laboratório de Realidade Virtual, que permitiram realizações de visitas ao reator Argonauta e ao depósito de material radioativo do IEN, em ambientes que provocam sensações bastante semelhantes às de uma visita real. Uma animação com tecnologia 3D, que aborda benefícios dos usos pacíficos da energia nuclear, com foco na sua utilização como fonte geradora de energia elétrica, também fez parte da apresentação.

Em Angra dos Reis, a exposição ocorreu na Praça Zumbi dos Palmares, na região central da cidade. Neste estande da CNEN foi possível conhecer características das radiações ionizantes, a aplicação da energia nuclear para esterilização de alimentos, equipamentos diversos, inclusive de segurança para a energia nuclear. Servidores do Distrito de Angra dos Reis (Diang), atenderam ao público, com explicações sobre o conteúdo da exposição.

Na capital federal, o estande com 188 metros quadrados contou com a participação de diferentes unidades da CNEN: além do CDTN, estiveram representados o Instituto de Radioproteção e Dosimetria (IRD), o Centro Regional de Ciências Nucleares do Centro-Oeste (CRCN-CO) e o Escritório de Brasília (ESBRA). Os visitantes puderam conhecer a estrutura da CNEN, diferentes aplicações da energia nuclear e também equipamentos utilizados em ações de segurança. Pode ser visto no local, por exemplo, um medidor móvel de radiação de corpo inteiro, utilizado para análise de radioacidentados, adaptado a um veículo do tipo Van, que permite um atendimento a emergências em qualquer parte do País.

Na INAC 2017, em Belo Horizonte, a CNEN também apresentou sua estrutura e as aplicações da energia nuclear e atividades correlatas em estande que contou com participação do IRD, do Rio de Janeiro, e da sua unidade mineira, o CDTN. Além das atividades das unidades da CNEN, no espaço para exposições da conferência também puderam ser conhecidas algumas informações sobre outras instituições da área nuclear do Brasil e do mundo, inclusive da Rússia, China, França e EUA.

INAC 2017 participantes visitam CDTNNo dia seguinte ao término da conferência houve uma abertura das instalações do CDTN, localizado no campus Pampulha da UFMG, para visitas monitoradas de participantes da INAC 2017. Na ocasião cerca de 80 pessoas, divididas em quatro grupos, visitaram o Reator Triga e os laboratórios de Irradiação Gama, de Cimentação e o Repositório de Fontes e Rejeitos Tratados. E um destes grupos, composto de participantes internacionais, visitou ainda o Laboratório de Trítio.

Na FINIT 2017, da CNEN, somente o CDTN esteve presente. O Centro participou de uma das arenas, a Experience: evento gratuito, aberto ao público com objetivo de promover atividades de divulgação científica por parte das instituições de C&T de MG.

FINIT 2017 Estande CDTNNum estande de 18m2,o público pode conhecer uma parcela dos trabalhos desenvolvidos no centro nas mais diversas áreas, com destaque para as microesferas de aço produzidas pela tecnologia Sol-Gel (usadas na produção do combustível nuclear avançado do tipo Cermet), para o aproveitamento industrial da lama de mineração e para estudos hidrológicos realizados pelos pesquisadores do CDTN.

Outro atrativo do estande na FINIT 2017 foi a exibição de vídeos, como o filme institucional do CDTN e de alguns pitches (pequenos vídeos que apresentam um projeto ou ideia) produzidos pelos próprios pesquisadores sobre temas como bionanomateriais, poluição atmosférica por particulados e diagnóstico da leishmaniose em cães. Além destes, um vídeo sobre o fenômeno de escoamento bifásico água-vapor, estudado no CDTN, relacionado à segurança de reatores nucleares de potência, também foi apresentado ao público visitante.

Para o diretor substituto do CDTN, Sérgio Filgueiras, chamou a atenção nesta exposição do centro o perfil dos visitantes: “um público bastante eclético, seja pela idade, escolaridade, profissão, classe social, formado inclusive por pessoas vindas do interior do estado e ávido por conhecimento”. Características, que segundo ele, exigiram muita habilidade dos representantes do CDTN presentes, utilizando linguagens adequadas a cada perfil, com criatividade para buscar explicações ao alcance de cada visitante.

(Com informações da Coordenação de Comunicação da CNEN)

registrado em: ,,
Fim do conteúdo da página