Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas Notícias > Comunicação > Mestranda do CDTN forma dupla vencedora em concurso de vídeo da ANS
Início do conteúdo da página

Mestranda do CDTN forma dupla vencedora em concurso de vídeo da ANS

Tema: Aplicação de Ativação Neutrônica na avaliação da qualidade do ar em BH e região metropolitana

A dupla de engenheiros químicos Raisa Helena Sant’Ana Cesar, mestranda em Ciência e Tecnologia das Radiações, Minerais e Materiais, no CDTN, e Igor Felipe Silva Moura, doutorando de Ciências e Técnicas Nucleares, no Departamento de Engenharia Nuclear, na UFMG, conquistou o prêmio de 1º lugar na chamada de concurso de vídeo da American Nuclear Society, com a Young Member Group e North America Young Generation in Nuclear. O anuncio dos vencedores aconteceu no dia 07 de abril, na 2018 ANS Student Conference, em Gainesville, Flórida, nos Estados Unidos.

O concurso, aberto a qualquer universidade ou grupo de estudantes universitários (vinculados à ANS ou não), convidava os participantes a criarem um vídeo de divulgação sobre um tópico de sua escolha relacionado à ciência nuclear ou radiação, com duração entre dois e quatro minutos. Os concorrentes poderiam apresentar seus vídeos em uma gama variada de formatos, que incluíam animações, slides, demos, entrevistas, mas tinham que apresentar a definição do tópico e do público alvo a ser atingido em um resumo de 100 a 200 palavras, que também deveria ter o link de inserção do vídeo no YouTube.

O tema do vídeo premiado foi sobre a “Aplicação de Ativação Neutrônica na avaliação da qualidade do ar em Belo Horizonte e região metropolitana” e já tinha sido testado e elogiado em seu formato em concurso de vídeo na mostra Inova Minas, da Fapemig – Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado de Minas Gerais. Veja a carta de agradecimento da Raisa.

Além do vídeo da dupla do CDTN e UFMG, estiveram entre os cinco vídeos finalistas na ANS um de um grupo de pesquisa nuclear da Universidade Federal do Rio de Janeiro, um da Spanish Nuclear Youth Group, um da Universidade da Califórinia – Berkeley e um da University of Illinois Urbana – Champaign (UIUC WIN).

De acordo com as regras do concurso, o julgamento baseou-se em algumas qualidades dos vídeos apresentados. Julgou-se se a mensagem era envolvente e divertida; se era interessante, relevante importante e apresentada de maneira criativa. Quanto ao conteúdo, se era apropriado para a audiência e se podia ser facilmente entendido pela audiência pretendida. Quanto à precisão factual, se as informações apresentadas eram corretas. E, mesmo entendendo que os concorrentes não eram estudantes de cinema, houve uma análise da qualidade audiovisual do vídeo editado.

Assista ao vídeo no YouTube.

registrado em: ,,
Fim do conteúdo da página